pesquise na Web

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

“Orientações para a celebração da Palavra de Deus”. Documento 52 da CNBB

1. Para a Celebração da Palavra de Deus não existe um ritual próprio. Muitas comunidades seguem o esquema da Celebração Eucarística, omitindo algumas partes ou usando um subsídio específico.

2. Na Celebração da Palavra, sejam valorizados os seguintes elementos: 
A) Reunião em nome do Senhor; 
B) Proclamação e atualização da Palavra; 
C) Ação de Graças; 
E) Envio em Missão.

O documento ainda oferece um roteiro:

1. Ritos iniciais: Saudação, acolhida, introdução no espírito da celebração, rito penitencial. Quem preside conclui os ritos iniciais com uma oração.
2. Leitura, Salmo e Evangelho.

3. Partilha da Palavra de Deus.

4. Profissão de Fé.

5. Oração dos Fiéis.

6. Momento de Louvor: (Não deve ter, de modo algum, a forma de Celebração Eucarística mesmo que seja um Diácono na presidência)

7. Oração do Senhor – Pai Nosso.

8. Abraço da Paz.

9. Comunhão Eucarística: Nas comunidades onde se distribui a Comunhão durante a Celebração da Palavra, o Pão Eucarístico pode ser colocado sobre o altar antes do momento da ação de graças e do louvor, como sinal da vinda do Cristo, Pão Vivo que desceu do céu.

10. Ritos finais.

Recordamos que na Celebração da Palavra não se faz o Cordeiro de Deus, Santo ou qualquer parte da oração eucarística mesmo que a presidência seja de um Diácono. Logo após o ofertório que também é uma forma de louvor, podemos ir direto para o Pai Nosso com a oração da paz e distribuição da eucaristia. Não confunda celebração da Palavra com Celebração de adoração eucaristica ou Hora Santa

Meus Amigos